Entregas GRÁTIS a partir de 39€, em Portugal Continental Ver alterações COVID-19

Plantas de Interior: Os 6 Maiores Mitos (e Verdades)

Mulher jovem com cara escondida por folha de palmeira

Plantas de Interior: Os 6 Maiores Mitos (e Verdades)

Já ninguém tem dúvidas que ter plantas em casa voltou a estar na moda. Mas, apesar da crescente popularidade, persistem alguns mitos antigos acerca das plantas de interior. Até que ponto serão apenas mitos, ou será que têm mesmo algum fundamento? É o que vamos tentar descobrir a seguir.

Os 6 maiores mitos acerca das plantas de interior

Mito n.º 1 – É perigoso dormir com plantas no quarto

Planta ficus elastica em quarto de tons brancos

Este é provavelmente o mais comum dos mitos acerca das plantas em casa. Durante a noite, as plantas absorvem oxigénio e libertam dióxido de carbono (ao contrário do que acontece durante o dia). Criou-se por isso um receio de que o oxigénio do quarto possa ser perigosamente consumido e que, talvez nem voltemos a acordar…! Bom, em primeiro lugar, as nossas casas não são espaços hermeticamente fechados. Por outro lado, a quantidade de oxigénio absorvida pelas plantas, durante a respiração nocturna, é incomparavelmente inferior àquela que é consumida por uma pessoa. Portanto, se é seguro dormir com pessoas ou animais de estimação no mesmo quarto, não há qualquer razão para acontecer o contrário com as nossas plantas.

Mito ou verdade? MITO, sem qualquer dúvida.

Mito n.º 2 – As plantas de interior necessitam de muita luz solar directa para sobreviver

Folhas de uma planta ficus benjamina à janela sob raios de luz solar

Apenas algumas plantas de interior beneficiam de sol directo. É o caso de muitas das suculentas e dos cactos, por exemplo. A maioria das espécies de plantas de interior mais comuns são provenientes de florestas tropicais, onde vivem nos sombrios andares inferiores. Por isso, é na sombra que elas se sentem, literalmente, em casa. Expor estas plantas aos raios directos do sol, resulta muitas vezes em folhas “queimadas”.

Mito ou verdade? MITO, para a maior parte delas.

Mito n.º 3 – As plantas de interior necessitam de ser regadas pelo menos uma vez por semana

Regador vintage e vasos com plantas em bronze

Regar todas as nossas plantas num dia fixo é uma ideia cómoda e tem a vantagem de reduzir a possibilidade de esquecimento. Infelizmente, ao fazer isso, estará a colocá-las em risco de morte por “afogamento”! Cada planta tem necessidades diferentes e o melhor a fazer é observar cada uma individualmente – a espécie, o tamanho do vaso, a luminosidade, são apenas alguns dos factores a levar em conta. Não esquecer, que morrem frequentemente mais plantas de interior por excesso de água do que por falta dela.

Mito ou verdade? MITO.

Mito n.º 4 – Certas plantas podem viver em espaços sem qualquer luz natural ou artificial

Esquema simples da fotossintese
House of Thol

Todas as plantas necessitam de luz para realizar a fotossíntese. A única forma de poderem viver num espaço com muito pouca, ou nenhuma luz natural, seria com luzes para plantas. Estas luzes possuem um espectro de luz adequado, que permite o crescimento das plantas na ausência de luz natural. Podem escolher-se espécies de plantas de interior resistentes e adaptadas a pouca luz, no entanto, precisarão sempre de um nível razoável de luz para poderem “fabricar” o seu próprio alimento.

Mito ou verdade? MITO (a menos que sejam plantas artificiais!).

Mito n.º 5 – As plantas crescem mais se forem transplantadas para vasos maiores

Transplante de plantas em vasos com terra e ferramentas

As plantas que mais rápido crescem costumam ser aquelas que são mantidas em vasos com um tamanho tal, em cujas raízes se sentem um pouco “apertadas”. Frequentemente, as plantas transplantadas para vasos maiores, canalizam grande parte da sua energia para as raízes, em detrimento das folhas e das flores. Se o vaso for demasiado grande, existe ainda maior probabilidade de apodrecimento das raízes por acumulação de água. Para além disso, um transplante é sempre um evento bastante stressante para qualquer planta, devendo por isso ser realizado apenas quando necessário.

Mito ou verdade? Depende, mas frequentemente não!

Mito n.º 6 – As plantas de interior acabam quase sempre por morrer

Casal de idosos tratam das suas plantas de interior

Esta é uma frase que todos já ouvimos variadíssimas vezes. As plantas são seres vivos com necessidades específicas e muito distintas entre si. Se tivermos um conhecimento básico sobre os cuidados a ter com cada uma, tais como luz disponível, rega, ou fertilização adequadas, mantê-las vivas vai deixar de ser apenas uma questão de sorte ou azar. É perfeitamente possível ter um jardim interior saudável e vistoso durante muitos e bons anos.

Mito ou verdade? MITO.

 

 

Alexandre Guerra
Eng.º Florestal

Partilha este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


×