Entregas GRÁTIS a partir de 39€, em Portugal Continental

Cuidar das Plantas nos Meses Mais Frios

Cuidar das plantas nos meses frios

Cuidar das Plantas nos Meses Mais Frios

O Outono está aí e num piscar de olhos, com o frio e chuva, o Inverno aparece também. Mudamos a roupa do armário e enchemo-lo de camisolas quentes, casacos e cachecóis, ligamos os aquecedores, mudamos as nossas rotinas. Assim como nós, também as nossas plantinhas precisam de algumas alterações na sua vida e de uma atenção especial nesta época do ano.

Neste artigo, apresento-te 8 pontos que deves ter em atenção na manutenção das tuas miúdas durante os meses frios.

Rentabiliza a luminosidade

No Outono e Inverno a luminosidade pode baixar até 60% em comparação com a Primavera e o Verão. Além disso, também há uma diminuição do fotoperíodo (tempo de luz durante um dia) e por isso, deves ter atenção à localização das tuas plantas e mudá-las de sítio se necessário. Traz as miúdas mais afastadas da janela para um local mais iluminado. Abre as cortinas e limpa os vidros das janelas para que entre o máximo de luz possível na tua casa. Caso aches necessário, investe em algumas luzes de crescimento (grow ligths).

Nada de mudanças de vaso

Sei bem que muita gente adora andar a mudar as plantas de vaso e acha que isso é a solução para todos os problemas, mas não é. Se já nos meses mais quentes, uma mudança de vaso pode causar um stress gigante numa planta, imaginem o que ela sentirá se o fizeres numa época em que está meio adormecida, com menos energia e a lutar para resistir ao frio e a outras condições que não são as melhores para ela…

Deixa as tuas plantas quietinhas nos seus vasos e muda-as apenas em casos urgentes como em plantas demasiado apertadas e já com as raízes a sair pelos buracos de drenagem ou em caso de praga ou doença nas raízes.

Mantém a casa arejada

Com a chegada do frio, como é óbvio, tentamos manter as janelas de casa fechadas por mais tempo. O arejamento das divisões é tão importante para a nossa saúde como para a saúde das nossas plantas de interior. Casas fechadas e ar estagnado podem levar à acumulação de humidade e ao aparecimento de fungos e bactérias que causam doenças nas nossas miúdas. Lembra-te de arejar bem a casa todos os dias.

Controla os níveis de humidade

Os aquecedores e ares condicionados, assim como lareiras, salamandras e outros sistemas de aquecimento levam a um inevitável decréscimo da humidade no ar. Assim, como no ponto anterior, referi que a humidade em excesso faz mal, a falta dela também não é bom. O ideal será manter a humidade da nossa casa e da zona onde temos a nossa urban jungle entre os 50% a 70% de humidade. Quando vires que, devido aos aquecimentos, estes valores baixam muito, usa um humidificador ou alguns outros truques para os aumentar.

Pára com as propagações

Há por aí uns viciados em propagar plantas. E afinal, quem não gosta de ver uma plantinha a transformar-se em várias para oferecer aos amigos ou preencher mais a nossa jungle?

Pois é…mas andar a cortar, desenvasar e dividir as nossas plantas durante os meses em que elas estão fracas e adormecidas é muito má ideia! Aceita o ciclo da natureza e respeita o facto de os meses frios serem meses de recolhimento e descanso. Uma planta com um corte gasta imensa energia para recuperar e cicatrizar e essa energia pode não ser suficiente para ainda resistir ao frio que se faz sentir. Deixa as miúdas descansar!

reenvasar plantas

Atenção à temperatura

Se a tua casa costuma ser fria no outono e inverno e alguma zona onde tens plantas arrefece muito, pondera mudar esses vasos de lugar, para uma divisão mais protegida e quente. Temperaturas abaixo dos 20°C dentro de casa podem prejudicar as verdinhas. Lembra-te que demasiado perto dos vidros das janelas também arrefece mais.

Diminui ou pára a fertilização

Como já referi acima, nos meses mais frios, a maior parte das plantas pára ou diminui drasticamente o seu crescimento. Desta forma, consomem menos nutrientes e não necessitam de fertilizações frequentes. Fertiliza apenas as plantas que tenhas a certeza que continuam a crescer bastante e, mesmo nessas, diminui a quantidade de fertilizante e a frequência de aplicação. Naquelas (a maioria) em que não notes crescimento, não fertilizes até à próxima primavera. As fertilizações sem necessidade podem levar a uma acumulação de fertilizante no substrato, o que pode queimar as raízes e as folhas das plantas. Não queres que as tuas miúdas fiquem feias ou morram durante inverno pois não?

Reduz a rega

Se ainda não tens um medidor de humidade do substrato é hora de comprares! Nas estações frias, é essencial teres a certeza que não estás a regar demais. A diminuição da taxa de fotossíntese (pela menor luminosidade) e a paragem do crescimento leva as plantas a consumir muito menos água. Além disso, com o frio e o aumento da humidade o substrato levará mais tempo a secar. Deves diminuir, não só a frequência de rega mas também a quantidade de água da mesma. Tem também atenção à temperatura da água. Por vezes, a água sai dos canos muito fria e as nossas miúdas odeiam água fria!! Deixa a água num garrafão ou no regador algum tempo para que atinja a temperatura ambiente e depois sim, podes regar!

Como vês, apesar de serem necessárias algumas alterações na rotina de cuidados com a nossa urban jungle, não é nada de complicado. Podes até deixá-las na sua vidinha por mais tempo sem andares sempre a ver se estão a precisar de água. Não precisas fertilizar, não vais ter que cuidar de novas propagações… tudo mais fácil!! Aproveita e faz tu também o teu próprio recolhimento nesta época em que devemos, tal como as árvores, aproveitar para largar as folhas velhas e descansar, para depois dar lugar à renovação!

 

Ana Manuel Mestre (_almoinha_)

Partilha este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


×