Entregas GRÁTIS a partir de 39€, em Portugal Continental Ver alterações COVID-19

Como Aumentar a Luminosidade para as Plantas em Casa

Luz e plantas de interior

Como Aumentar a Luminosidade para as Plantas em Casa

 A “jardinagem de interior” é um hobby que nos dá por vezes algumas dores de cabeça por ser preciso pensar em diversos fatores. Um dos mais importantes para conseguirmos ter plantas lindas e saudáveis nas nossas casas é sem dúvida a luz.

Ouvimos e lemos que sombra não é escuridão e que a luz é essencial para uma planta sobreviver. Mas a verdade é que nem todos nós temos a luz ideal na nossa casa, seja porque não temos janelas suficientes para que entre luz natural, seja porque as janelas estão de um lado só da casa, entre muitos outros motivos.

Se temos problemas com a quantidade de luz disponível, a questão a colocar é: Como posso aumentar a luminosidade na minha casa?

Há várias respostas possíveis para esta pergunta. Eis algumas muito práticas e fáceis que farão toda a diferença:

Tons claros

A mais fácil e simples a nosso ver é colocar tons mais claros na divisão da casa onde temos as plantas. Pintar as paredes de branco, preferir móveis com madeira clara ou até mesmo móveis com tons ou materiais refletores. E porquê? As cores e os materiais mais claros reflectem mais luz e consequentemente tornam a divisão mais clara. Pelo contrário, cores mais escuras vão sempre absorver mais luz solar, fazendo com que as divisões fiquem com menos luz natural.

Disposição dos móveis

Outra maneira de aumentar a luz é colocar as peças maiores e/ou mais escuras no fundo da divisão. As peças maiores impedem a luz de entrar em toda a divisão e as mais escuras absorvem-na. Por essa razão, se as retirar da divisão, ou se as colocar no fundo da mesma, fará com que a luz natural chegue com mais facilidade a todos os recantos.

Espelhos

Podemos aumentar a luminosidade também com a decoração. Aqui em casa este é um dos métodos que mais utilizamos. Assim, conseguimos aliar a decoração à utilidade. O uso de espelhos é uma ótima maneira de fazer com que a luz chegue a todos os cantos de uma divisão, até mesmo aos mais sombrios.

Além dos espelhos, poderá também utilizar vasos e/ou jarras decorativas, que sejam espelhadas ou refletoras, ajudando assim a aumentar a luminosidade.

Cá em casa, utilizamos os espelhos na sala para que possa chegar luz natural a toda a divisão, já que infelizmente temos apenas janelas do lado sudeste da casa. Assim, colocamos os espelhos na perpendicular, em vez de os colocarmos perto das janelas. Nesta posição, a luz é reflectida do espelho para as áreas nas quais desejamos ter mais luz difusa.

Iluminação artificial

O uso de lâmpadas de crescimento, ou até mesmo luzes normais LED, podem permitir ter plantas mesmo em locais com pouca ou nenhuma luz natural.

Temos que ter sempre em atenção que, apesar das luzes de crescimento serem, regra geral, roxas, vermelhas e azuis, as plantas desenvolvem-se melhor com todo o espectro da luz. Esta é a chamada luz “branca” que as plantas utilizam para realizar a fotossíntese e crescerem correctamente, tirando desta forma o máximo partido da luz artificial.

As mais simples e baratas são efetivamente as luzes LED por serem “brancas” e por não aquecerem muito, evitando assim queimar as folhas das plantas por excesso de calor. Claro que esta não é a solução ideal, mas para os dias mais escuros e até mesmo para os três meses de inverno que temos em Portugal, poderá ser o suficiente para manter as nossas plantas vivas, sem que tenhamos de reorganizar as plantas e a disposição dos móveis da nossa casa.

As luzes artificiais mais eficazes são as luzes próprias para o crescimento das plantas. A radiação fotossinteticamente activa está principalmente na zona do azul e do vermelho, portanto as luzes mais indicadas são aquelas que fornecem luz dentro deste espectro. A luz azul é essencial para o crescimento da folhagem e dos caules, enquanto que a luz vermelha é responsável pela floração e formação dos frutos.

Fonte: Blog do Enem

Estas são algumas técnicas práticas e fáceis de experimentar para que a sua casa receba a maior quantidade de luz solar possível. Simples pormenores, como mudar um móvel de lugar pode fazer toda a diferença. E claro, as nossas plantas agradecem!  

PlantoDependente

Celso Teixeira e Diogo Gomes

Partilha este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


×